(31) 2531-3161
WhatsApp

Chat CRM Educacional

4 dicas de fluxo de nutrição para IES

4 dicas de fluxo de nutrição para IES

Publicado em 06 outubro 2017 e escrito por

Atuar em um cenário no qual o fluxo de nutrição não esteja funcionando é algo crítico para qualquer instituição de ensino. Afinal, é nesse momento que um aluno em potencial pode perder o interesse e acabar não se tornando um lead qualificado.

Nesse contexto, contar com uma grande lista de contatos nem sempre significa o sucesso de uma estratégia, pois o que interessa para as ações de marketing educacional é a conversão. Mas como melhorar esse fluxo e fazer os leads avançarem na jornada de captação?

É claro que não existe uma fórmula mágica para isso, mas podemos garantir que existe, sim, algumas dicas essenciais para qualquer IES que pretende atrair muitos alunos.

Ficou curioso? Então continue a leitura e confira algumas técnicas para conseguir angariar mais candidatos!

Categorize os leads

Para conhecer mais de cada aluno, uma boa prática é inserir perguntas na landing page para conseguir informações valiosas sobre aquela pessoa. Dessa maneira, é possível criar conteúdos mais específicos e relevantes para cada categoria de lead.

Caso o interessado já tenha feito sua inscrição no processo seletivo, fica ainda mais fácil, pelos dados fornecidos é possível colocar as equipes de vendas e call center para ajudar a lembra-lo de pagar a inscrição e as principais datas que ele deve comparecer a instituição, por exemplo.

Por meio dessa estratégia, sua IES será capaz de identificar se aquele candidato irá ou não se tornar um aluno. Você também poderá classificar a melhor maneira de se relacionar com os estudantes atuais, visando sempre o melhor conteúdo de acordo com seus interesses e alcançando os alunos quando eles de fato precisam da IES.

Ofereça conteúdo de suporte

Uma maneira de manter o fluxo de nutrição é pensar no que o visitante precisa. Melhorar o fluxo de nutrição é essencial para o sucesso de uma campanha que pretende captar mais alunos, porém não pense que isso é tudo. Para conseguir melhorar ainda mais os resultados, algumas lições de marketing são imprescindíveis.

Quer conhecer as principais delas? Então veja nossas 5 dicas de marketing educacional para sua IES!

Pense nos problemas e necessidades que seus candidatos possuem e produza conteúdos que toquem diretamente nessas questões. Dessa forma, os potenciais alunos se sentirão contemplados e confiarão que a sua IES é capaz de ajudá-los a crescer.

Fazer o candidato evoluir no funil de captação – pagando a inscrição ele está apto a vir fazer a prova, e passando, estará apto a realizar a matrícula. E o suporte continua até a conclusão do curso e posteriormente na oferta de outras formações ofertadas pela instituição.

Mantenha o fluxo de nutrição pessoal

Muitas pessoas cometem o erro de enxergar o público como algo automatizado e robótico. A verdade é que, por mais que a campanha de e-mail seja automatizada, cada conteúdo deve ser pessoal para se conectar diretamente com o lead.

Algumas das melhores maneiras de fazer isso é criando materiais com uma linguagem direta para a persona. Chame o lead pelo nome e mantenha um tom mais leve na sua abordagem. Também é essencial usar um e-mail próprio, mostrando que existe uma pessoa real escrevendo por trás da tela.

Quer saber quem é o aluno ideal da sua instituição, faça o teste aqui no nosso e-book

> COMO CRIAR BUYER PERSONAS PARA SUA INSTITUIÇÃO

Outra dica é responder com agilidade. Muitos dos seus leads não fazem ideia de que a campanha de e-mails e até mesmo os posts do Facebook são automatizados, então é de se esperar que muitos dirijam perguntas à sua instituição, veja como melhorar essa performance nesse texto que já publiquei aqui no blog.

Aprenda com os erros

Dando certo ou errado, a verdade é que sua campanha de captação sempre vai ter algo para ensinar. Por isso, avalie as fraquezas e os acertos de cada etapa do fluxo: você será capaz de analisar o que causou os erros para melhorá-los para um próxima vez, além de poder identificar oportunidades para turbinar os acertos.

Uma ideia boa é mensurar a conversão de alunos em uma calculadora especifica para o assunto.

Sobre o autor:

Daniel Antonucci CEO e Co-Founder na CRM Educacional, empresa especializada em Captação, Permanência e Fidelização de Alunos, também atua como docente em cursos de MBA de Marketing e de Tecnologia da Informação e realiza palestras em diversas Faculdades e Universidades pelo Brasil. Possui formação em Inovação e Empreendedorismo em Stanford, MBA em Marketing pela ESPM e Mestrado em Gestão pelo Centro Paula Souza, onde desenvolveu pesquisa sobre Modelos de Maturidade de Gestão Acadêmica em Instituições de Ensino Superior, além de especialização em ferramentas de CRM como o Dynamics CRM da Microsoft. Atua também no Conselho de Administração de empresas de marketing e tecnologia.

COMPARTILHE: