(31) 2531-3161
WhatsApp
Início » Blog » Processo seletivo personalizado e a independência do marketing

Processo seletivo personalizado e a independência do marketing

Publicado em 13 janeiro 2015 e escrito por

Me responda uma coisa: você consegue  realizar um processo seletivo personalizado, desde a ficha de inscrição do processo seletivo da sua IES de acordo com o que você acredita que trará mais resultados? Consegue ter uma ficha diferente para o vestibular tradicional, ENEM, agendado e pós-graduação, sem depender de ninguém?

Digo isso pois gostaria de saber qual é sua autonomia dentro de um processo de captação de alunos. Sim, quando você deseja fazer algum teste, buscando melhorar os resultados da última campanha de vestibular, consegue fazer imediatamente ou depende de outro setor para isso?

Esta dependência é uma realidade de muitos profissionais de marketing de IES do Brasil, mas não gostaria que fosse a sua. Caso seja, podemos começar a conquistar sua independência

AGORA!

Dependência do Marketing para uma ficha de inscrição personalizada

Nos casos em que mencionei à cima, o setor de marketing  muitas vezes enxerga várias melhorias ou hipóteses que possivelmente podem refletir em uma melhora na captação de alunos, mas não tem poder ou autonomia o suficiente para colocar essas idéias em prática.

Então o que fazem? Pedem socorro ao TI.

É aí que começa uma relação conturbada entre estes dois setores.

O setor de marketing é frequentemente cobrado por resultados, que no caso da captação é a busca por MAIS ALUNOS. Por isso, precisa encontrar formas de aumentar a captação das campanhas de vestibular. Mas como fazer isso? Muita pesquisa, procura por ferramentas que o auxilie nesse desafio e, é claro, testes! Mas como o setor de marketing pode implementar alguma mudança se não tem autonomia para isso? Sim, porque até mesmo para fazer uma simples alteração de campo na ficha de inscrição, por exemplo, requer um desenvolvedor. Onde está esse desenvolvedor? Pois é…

Mas a equipe de TI também tem suas demandas e, certamente, não ficaria muito feliz em ter que parar seu trabalho para atender à uma necessidade de outro setor, não acha?

Bom, mas o trabalho precisa ser feito. Mesmo que de cara feia precisa existir cooperação para que a IES consiga mais alunos, afinal os alunos são a principal fonte de renda de uma instituição de ensino. Então, mesmo que aos “trancos e barrancos” e nem sempre no tempo desejado, você acaba contando com um processo seletivo personalizado.

Mas esse cenário pode e DEVE ser diferente!

Autonomia do Marketing

Ok, vimos que mesmo com dificuldades e talvez uma relação conturbada, você pode conseguir um processo seletivo personalizado de acordo com o que acredita ser o melhor para geração de novos alunos para sua IES. Mas essa busca por um melhor processo seletivo pode ser melhor e menos burocrático.

Enquanto for necessário um desenvolvedor (ou um fornecedor externo) para qualquer alteração na sua ficha de inscrição, você será sempre refém do processo. E essa situação não se prende apenas às alterações em uma ficha de inscrição, em muitos casos, o setor de TI é o único capaz de ter acesso às informações das campanhas de vestibular, como os novos inscritos por exemplo, e também é o único capaz de gerar relatórios com essas informações. Tempo é dinheiro e você não precisa perder nenhum dos dois.

Não estou dizendo que o setor de TI é o vilão da história, longe disso. Apenas digo que devemos extinguir a dependência de um desenvolvedor nas demandas de marketing. Mas como fazer isso?

Sim, acredite, é possível existir uma boa convivência entre esses dois setores e entregar a tão desejada autonomia ao marketing. O que você precisa é de um sistema CRM que dará esse poder ao marketing, possibilitando-o criar um processo seletivo personalizado.

Sistema CRM para um processo seletivo personalizado

Antes que se pergunte como um sistema CRM pode resolver essa situação, eu já gostaria de te adiantar que ele exclui qualquer necessidade de um desenvolvedor em todo processo seletivo. Todo o poder agora está nas mãos do marketing. Se você é bom, agora seus resultados também serão.

Com essa ferramenta, você controla tudo o que é relacionado à uma campanha de captação de forma autônoma. Será capaz de inserir ou excluir campos da sua ficha de inscrição de maneira fácil e rápida, tornar as informações requeridas de um interessado de acordo com a sua necessidade, além de gerar qualquer tipo de relatório para análise do ROI e ter acesso a informações em tempo real, como a de novos inscritos por exemplo.

Um sistema CRM oferece uma plataforma completa, abrangendo todo o funil de captação do aluno sem complexidade, sendo possível manuseá-la sem maiores dificuldades e sem exigir conhecimentos em desenvolvimento. Agora você ter ter um processo seletivo personalizado e colocar em prática todo o conhecimento que absorveu em seus estudos e pesquisas.

Processo seletivo personalizado e a independência do marketing

Sobre o autor:

Daniel Antonucci CEO e Co-Founder na CRM Educacional, empresa especializada em Captação, Permanência e Fidelização de Alunos, também atua como docente em cursos de MBA de Marketing e de Tecnologia da Informação e realiza palestras em diversas Faculdades e Universidades pelo Brasil. Possui formação em Inovação e Empreendedorismo em Stanford, MBA em Marketing pela ESPM e Mestrado em Gestão pelo Centro Paula Souza, onde desenvolveu pesquisa sobre Modelos de Maturidade de Gestão Acadêmica em Instituições de Ensino Superior, além de especialização em ferramentas de CRM como o Dynamics CRM da Microsoft. Atua também no Conselho de Administração de empresas de marketing e tecnologia.

COMPARTILHE:

Outras notícias Mais relevantes Últimos dias