(31) 2531-3161

Chat CRM Educacional

Ficha de Inscrição: Como aumentar o número de inscritos no vestibular

Ficha de Inscrição: Como aumentar o número de inscritos no vestibular

Publicado em 05 dezembro 2014 e escrito por

Uma das maiores preocupações de uma IES é a captação de alunos, isso para não falar que é a maior delas. É simples compreender o porquê, já que os alunos são a fonte de renda de uma instituição privada. Daí vem a necessidade de captar cada vez mais alunos para que a conta não feche “no vermelho”.

Ok, nenhuma novidade, certo?

Para conseguir aumentar seu número de alunos, as IES fazem grandes investimentos em Marketing. Essas ações são focadas em atrair um grande número de possíveis alunos para o processo seletivo dessa IES.

Ainda nenhuma novidade. Você certamente está mais do que acostumado com essa realidade.

Mas todo esse investimento pode cair por terra, caso todos aqueles interessados que você, profissional de Marketing, conquistou, sejam expulsos por conta de um simples item do processo de captação: a Ficha de Inscrição. Todo investimento destinado às ações que sua equipe planejou para despertar o desejo nas pessoas pode se tornar um grande prejuízo.

Imagine todo o trabalho que teve para criar suas campanhas de BackBus, BusDoor, Rádio, TV, Marketing Digital para o vestibular passado. Agora, pense em todo o resultado gerado por essas ações: e se todos os interessados que você conseguiu trazer até a inscrição desistissem na hora “H”? Visualizou o prejuízo?

Tenho certeza que muitos dos interessados que você conquistou com suas campanhas não desistiram, mas qual foi o tamanho da perda (quebra) que ocorreu nessa etapa do processo de captação de alunos?

Clique aqui e confira qual foi sua taxa de conversão com auxílio da nossa super calculadora

 

O papel de uma boa Ficha de Inscrição

Todos os esforços e investimentos que uma IES faz para atrair possíveis alunos é válido e completamente necessário. Afinal, não tem como matricular alunos se não temos candidatos…

Mas pense comigo: se você convida alguém para ir na sua casa, essa pessoa tem que ser bem recebida, não é mesmo? Vamos lá, continue pensando: será que você está o recebendo bem um possível aluno que na maioria das vezes é jovem e pertencente a Geração Y? Ou você continua o recebendo em sua “casa” dessa forma:

ficha de inscrição

 

A Ficha de Inscrição é um dos seus cartões de visita para o futuro aluno. Se esse primeiro contato for desinteressante para ele, é fácil imaginar que uma IES concorrente menos burocrática ganharia esse interessado de você.

Adequando uma Ficha de Inscrição á atualidade

O público jovem dos dias de hoje, devido a vários fatores, são extremamente imediatistas. A realidade em que são criados, com tantos aparelhos tecnológicos, os acostumou com um mundo muito objetivo e dinâmico.

Se você apresenta um documento tão extenso e burocrático quanto o exemplificado na foto acima, é fácil perceber que não está falando a língua do seu público, não é verdade?

Já notou quais informações são requeridas nas fichas de inscrição dos sites de maior aceitação da atualidade? Confira comigo:

 

Facebook

ficha de inscrição facebook

Netflix

Ficha de inscrição netflix

Twitter

ficha de inscrição twitter

Esse é o tipo de Ficha de Inscrição que é apresentada pelo mercado ao seu público. É com este tipo de abordagem que seus possíveis alunos estão acostumados. Então agora me diga: Sua Ficha de inscrição está convertendo ou expulsando seus possíveis alunos?É claro que uma IES precisa de mais informações de um candidato, a iniciar pelo CPF, do que os sites analisados, mas podemos e devemos nos inspirar nesses modelos. Ao se basear no que é familiar ao seu público alvo, a aceitação da ficha que você oferece tende a ser muito maior.

Você pode colher os dados que precisa de uma maneira mais branda sem expulsar seu candidato. Um bom exemplo disso é uma Ficha de Inscrição dividida em diferentes estágios, onde o candidato “navega” por um portal e vai deixando as informações referentes a cada nível do cadastro. Nada muito distante de Nome, Email, CPF e o curso de interesse no primeiro estágio. Já no segundo estágio, você pode solicitar dados um pouco mais específicos como: Celular, RG, Necessidades Especiais, etc., com foco nas informações necessárias para que o candidato faça a prova.

Tenha uma coisa em mente: Quanto mais interessados inscritos maiores são as suas possibilidades de conversão e, consequentemente, ter um alto número de matriculados.

Sobre o autor:

Daniel Antonucci Mestre em Educação e possui MBA em Marketing e em Gestão Acadêmica e Universitária. Apaixonado por Gestão, Tecnologia e Relacionamentos e com experiência de mais de 15 anos no Ensino Superior Brasileiro é CEO e co-fundador do CRM Educacional, empresa especializada em CRM para Instituições de Ensino. É também sócio e conselheiro da 5Seleto – Agência de Marketing Digital especializada em Educação, conselheiro da Bearings Vocacional, empresa especializada em orientações de carreiras e também atua como Docente em cursos de MBA e em oficinas e cursos do SADEBR – Seminário de Ações Digitais na Educação Brasileira.

COMPARTILHE:

Outras notícias Mais relevantes Últimos dias