(31) 2531-3161
WhatsApp
Início » Blog » Uma campanha de captação de alunos deve visar a retenção

Uma campanha de captação de alunos deve visar a retenção

Publicado em 23 agosto 2018 e escrito por

Com o passar do tempo, é fácil perceber que o cenário educacional brasileiro tem se tornado cada vez mais competitivo. A cada ano surgem mais IES e novas campanha de captação de alunos, neste cenário, milhões de estudantes buscam por diferenciais existentes nas instituições de ensino superior.

Sendo assim, é essencial que essas instituições não construam apenas estratégias visando à captação de alunos, mas também focadas em reter os alunos existentes. No atual cenário de instabilidade política e econômica, a evasão de alunos representa um perigo aos investimentos de qualquer instituição, haja vista que apenas o pagamento da matrícula não é capaz de sustentar os cofres de uma IES.

Para manter a credibilidade da sua instituição de ensino é necessário, além de elevar o número de alunos matriculados ano após ano, evitar que os atuais alunos saiam após um ou dois períodos.

Assim, é importante se perguntar: eu possuo uma campanha de retenção de alunos? Em caso positivo, como anda a minha campanha?

A retenção é o resultado de uma boa campanha de captação de alunos

Apesar de parecer algo incoerente, focar na retenção no período em que se trabalha a captação de alunos pode gerar bons resultados.

Todo aluno que ingressa em uma instituição de ensino superior pretende concluir o curso em questão. No entanto, ao longo dos períodos, pelas mais distintas questões, este aluno pode optar por finalizar o relacionamento que possui com a instituição.

Para evitar este tipo de situação, é necessário, na ocasião da matrícula, expor, de forma clara e objetiva, todas as informações necessárias que são pertinentes ao curso e à instituição de ensino. Explicações sobre a estrutura, os funcionários, o método de ensino empregado e as formas de pagamento são importantes.

Ao apresentar o cenário inteiro, é possível unir a perspectiva do aluno com a realidade da IES. Desta forma, é menos provável que o aluno se decepcione e abandone o curso, haja vista que entendeu o funcionamento interno da instituição.

O relacionamento pode ser a chave para a fidelização

Investir em um bom relacionamento com os alunos é fundamental para garantir a fidelização, evitando a evasão dos estudantes. Na era digital, a conquista do aluno se inicia com as informações presentes na internet sobre a IES.

Em seguida, é importante que o aluno continue sentindo-se atendido. Utilize as redes sociais para manter um diálogo aberto com os estudantes de sua instituição, garantindo que seja um espaço em que todos poderão buscar informações atualizadas e constantes.

Além disso, promova o bom relacionamento fora do ambiente virtual por meio de eventos que fortaleçam os vínculos entre os alunos e a IES.

A solução pode estar presente em um CRM educacional

Gerenciar novos interessados em sua instituição e os alunos atuais pode tornar-se uma tarefa complicada. Além disso, saber o momento certo de enviar um lembrete a um aluno ou de continuar uma negociação pode ser crucial.

Investir em um software de gestão que ofereça uma solução prática e estratégica para as suas campanhas de captação e de retenção de alunos pode ser o ideal. Cada uma dessas atitudes pode mostrar aos alunos que o investimento feito por eles é válido, aumentando a sensação de pertencimento.

Isso leva a uma menor evasão e, consequentemente, a uma maior captação de alunos, pois estudantes satisfeitos indicam a instituição em que se encontram. Legal, né?

Possui uma Instituição EAD e não sabe por onde iniciar suas campanhas de captação e de retenção de alunos? Confira agora mesmo algumas dicas!

Sobre o autor:

Daniel Antonucci CEO e Co-Founder na CRM Educacional, empresa especializada em Captação, Permanência e Fidelização de Alunos, também atua como docente em cursos de MBA de Marketing e de Tecnologia da Informação e realiza palestras em diversas Faculdades e Universidades pelo Brasil. Possui formação em Inovação e Empreendedorismo em Stanford, MBA em Marketing pela ESPM e Mestrado em Gestão pelo Centro Paula Souza, onde desenvolveu pesquisa sobre Modelos de Maturidade de Gestão Acadêmica em Instituições de Ensino Superior, além de especialização em ferramentas de CRM como o Dynamics CRM da Microsoft. Atua também no Conselho de Administração de empresas de marketing e tecnologia.

COMPARTILHE:

Outras notícias Mais relevantes Últimos dias