Mercado educacional: 5 tendências de CRM para não tirar o olho!

Assim como os softwares de gestão têm evoluído ao longo dos anos, o CRM também passa por transformações para se adaptar às novas demandas e realidade do mercado. Para 2016, o CRM apresenta algumas tendências que você não pode tirar o olho se quiser fazer o melhor uso dessa ferramenta no mercado educacional.

A seguir, veja cinco dessas tendências e entenda como elas podem afetar positivamente o seu dia a dia, melhorando vários aspectos de sua instituição de ensino!

Aumento da mobilidade no Mercado educacional

Atualmente, e pela primeira vez, o brasileiro utiliza mais o celular do que o computador para navegar na internet. E como era de se esperar, com os alunos, especialmente os mais jovens, isso é ainda mais verdadeiro. Somada a isso, há ainda a questão do crescimento da Internet das Coisas (IoT), já que há cada vez mais dispositivos inteligentes e conectados à internet.

A gestão, portanto, também não deve ficar de fora dessa tendência, e o CRM tende a se tornar cada vez mais móvel. Podendo ser acessado de qualquer lugar, ele se tornará uma ferramenta cada vez mais efetiva para a aproximação com os alunos e possíveis alunos. Em resumo, ao escolher uma ferramenta de CRM, verifique sua cobertura para o mundo mobile.

Computação na nuvem cada vez mais forte

Para que a ampla mobilidade atual seja possível, o CRM utilizará cada vez mais a computação em nuvem. Com os dados na nuvem, a sincronização acontece de maneira efetiva e descomplicada entre diferentes dispositivos.

E, além de favorecer a mobilidade do CRM em si, o uso cada vez maior da computação na nuvem favorecerá a integração entre sistemas internos e externos e também provocará efeitos positivos na disponibilidade das aplicações, que hoje são demandadas 24 horas por dia e 7 dias por semana. Em outras palavras, escolha uma ferramenta CRM que possa ser hospedada na nuvem, afinal o objetivo da sua instituição com certeza não é ser um datacenter.

Enfoque crescente em mídias sociais

A pesquisa Digital Future Focus Brazil 2015 mostrou que, no referido ano, o brasileiro passou, em média, cerca de 650 horas mensais nas redes sociais. Essa média é 60% maior do que o resto do planeta, mostrando que o brasileiro está muito conectado nas mídias sociais.

Com isso, há a criação de um mercado com altíssimo potencial a ser explorado. As ações de engajamento e interação, portanto, serão cada vez mais passíveis de monitoramento com o enfoque maior que o CRM dará às mídias sociais. Assim, é possível identificar mais adequadamente novas oportunidades de negócio que, sem esse enfoque, são deixadas de lado pela falta de mapeamento. Ou seja, ao escolher um CRM, verifique como ele se conecta com as estratégias de atuação nas redes sociais.

Ganhos em flexibilidade e em integração

Os fatores anteriores também colaboram para a tendência de flexibilidade. Não apenas os CRMs oferecerão cada vez mais opções, como também serão mais adequados para as necessidades da sua instituição de ensino.

E isso permitirá que o CRM se integre mais facilmente a outros recursos importantes para a instituição. Um software de gestão, por exemplo, poderá ser integrado ao CRM de modo que haja uma avaliação mais dinâmica e relevante sobre os alunos. Ao escolher um CRM, não deixe de verificar sua camada de integração.

Valorização da opinião dos alunos

O empoderamento do cliente — ou, no caso de mercado educacional, do aluno — é traduzido na forma de tendência de valorização da sua opinião. O objetivo é que o CRM esteja cada vez mais preparado para coletar, armazenar e analisar informações referentes à opinião dos seus alunos, de modo a identificar possibilidades de melhorar a experiência.

Isso tende a gerar mais personalização do atendimento levando à fidelização e a retenção, já que os candidatos/alunos serão devidamente valorizados e com suas necessidades atendidas. Desta forma, verifique se o CRM que você irá implantar permite coletar facilmente feedbacks de seus alunos e candidatos.

As tendências de CRM que apresentamos aqui e que você não deve tirar o olho incluem as principais transformações de interação das pessoas com as marcas, graças às mudanças de comportamento e da evolução das tecnologias a disposição das pessoas. Concretizando-se, essas tendências tendem a tornar o uso do CRM cada vez mais fundamental e estratégico para sua instituição.

Já começou a trabalhar alguma dessas tendências em sua instituição de ensino? Tem alguma dúvida ou sugestão a respeito do texto? Comente e participe!

Daniel Antonucci
Daniel Antonucci é Mestre em Educação e possui MBA em Marketing e em Gestão Acadêmica e Universitária. Apaixonado por Gestão, Tecnologia e Relacionamentos e com experiência de mais de 15 anos no Ensino Superior Brasileiro é CEO e co-fundador do CRM Educacional, empresa especializada em CRM para Instituições de Ensino. É também sócio e conselheiro da 5Seleto – Agência de Marketing Digital especializada em Educação, conselheiro da Bearings Vocacional, empresa especializada em orientações de carreiras e também atua como Docente em cursos de MBA e em oficinas e cursos do SADEBR – Seminário de Ações Digitais na Educação Brasileira.