(31) 2531-3161
WhatsApp
EAD e hibrido

Como melhorar a qualidade do Ensino a Distância e Híbrido

De acordo com uma palestra realizada no CRMaker Summit, estamos vivenciando um período de constante transformação no mercado educacional, já sendo possível notar diversas mudanças significativas. Uma delas é a expansão das modalidades de ensino a distância (EAD) e híbrido que tem crescido cada vez mais no Brasil. 

Observando essas mudanças e preferências dos consumidores desse mercado. Viu-se a necessidade de produzir materiais didáticos com propostas atuais e disruptivas voltadas para a modalidade EAD. O objetivo é oferecer mais qualidade nos conteúdos acadêmicos para graduação, pós-graduação e extensão EAD. 

Nesse momento, imagino que você esteja se perguntando: Mas por que está sendo tão necessário aumentar a qualidade do ensino híbrido e ensino a distância?  

De acordo com uma pesquisa feita pela associação brasileira de mantenedores do ensino superior. 50% dos alunos que estão retornando ao presencial não gostariam de voltar completamente a essa modalidade. Ou seja, metade dos alunos entrevistados gostariam de retornar de forma híbrida.  

Isso nos mostra que o setor educacional passa por um momento de transformação e que certamente, não voltará a ser o que era antes. Por isso, é necessário que a sua instituição fique atenta a alguns fatores e se adeque a determinadas mudanças. E é justamente sobre isso que vamos falar hoje. 

Ensino Híbrido: o que é? 

Se você ainda não sabe o que é o Ensino Híbrido, não se preocupe, vou te contar agora! 

O Ensino Híbrido nada mais é do que uma metodologia de ensino que une as duas modalidades educacionais mais comuns: Presencial e EAD.  

As vantagens dessa metodologia que se tornou tendência, é que ela é capaz de entregar os benefícios do presencial e também do EAD. Ou seja, é possível oferecer aos seus alunos interação com os colegas e professores, aulas práticas e dinamismo. Sem ter que abrir mão completamente do conforto do ensino a distância e da flexibilidade de horários e localização. 

Como melhorar a qualidade do EAD e Híbrido? 

Para melhorar a qualidade dessas modalidades, tornou-se necessário pensar em materiais que auxiliem o processo de aprendizagem do ensino online. Como por exemplo, objetos de aprendizagem, atividades e materiais didáticos.  

Sendo assim, com o oferecimento desses materiais é possível entregar mais qualidade as modalidades a distância e híbrido. Garantindo que esses modelos de ensino não sejam inferiores à modalidade presencial. 

Como os materiais didáticos podem auxiliar a permanência de alunos? 

O material didático é um instrumento educacional que tem a função de ajudar os alunos no processo de aprendizagem. O que possibilita que eles tenham um melhor entendimento do conteúdo que está sendo ensinado. 

Dessa forma, podemos dizer que o material didático tem relação direta com a qualidade de ensino das instituições. O que liga diretamente a permanência de alunos.  

Quando um potencial aluno está à procura de uma instituição de ensino, muitos são os fatores que ele leva em consideração para fazer a escolha. Sendo um dos principais a qualidade de ensino que aquela instituição pode oferecer. Fator esse que afeta, instiga e motiva o aluno desde o momento da captação até a conclusão da jornada estudantil.  

Destaco aqui um ponto importante: os materiais didáticos são ótimos instrumentos para melhorar a qualidade de ensino de qualquer instituição, seja o ensino na modalidade presencial, EAD, remoto ou híbrido. Mas uma coisa é fato. Apenas essa tática não será o suficiente para garantir que os seus alunos permaneçam na sua instituição até a conclusão da jornada. Para garantir que isso aconteça é preciso se atentar a diversos outros fatores e estratégias. E uma das estratégias que tem se mostrado muito eficaz nesse desafio de melhorar a retenção de alunos nas instituições é a adoção de ferramentas especializadas na otimização desse processo, como por exemplo o CRM Educacional para permanência de alunos.  

Como produzir os materiais didáticos para o EAD e Ensino Híbrido

Saber como elaborar um material didático de qualidade para o EAD é um dos desafios mais comuns enfrentados pelos produtores de conteúdo do mercado educacional. O que, de certo modo, também acaba se tornando um desafio para as instituições de ensino. Pois, se os profissionais que produzem os materiais didáticos estão com dificuldade na elaboração do conteúdo, certamente o resultado final será afetado. Então a qualidade que se esperava entregar para os alunos, com toda certeza não será a esperada.   

Então para garantir que esses desafios não afetem a qualidade dos materiais que você precisa entregar para os seus alunos na modalidade online. É preciso se atentar aos três principais processos:  

  • Gestão da produção: Fase de produção de todos os conteúdos didáticos. 
  • Gerenciamento de conteúdo: Etapa de reaproveitamento e catalogação dos materiais didáticos já desenvolvidos. 
  • Gestão de pessoas: como gerenciar um grande time e fazer com que a produção possa ser escalonada sem perder a qualidade.  

Como realizar esses processos de forma ágil? 

Para conseguir realizar uma produção ágil é preciso ter muita clareza do que está sendo feito. Sendo assim, é muito importante que você e sua equipe se questionem. Como visualizar o processo de uma maneira que fique clara para todos os envolvidos? Como cada etapa da produção pode ser claramente entendida e trabalhada por cada indivíduo que faz parte dessa produção? 

Todas essas questões podem ser solucionadas de forma ágil. Mas eficiente fazendo a gestão das equipes seguindo os 3 pilares da produção ágil que apresentarei a seguir.  

Gestão de equipes  

A gestão de equipes é a organização e busca segmentada por perfil para a montagem dos times. Essa prática visa melhorar a produtividade dos colaboradores envolvidos em determinada tarefa, a fim de organizar o fluxo de trabalho para atingir resultados melhores. 

Essa gestão é subdividida em 3 processos, o primeiro deles é o Banco de Talentos, que é a busca por profissionais especializados nas áreas que precisarão desenvolver e escrever o material. Ou seja, essa etapa é responsável pela organização e busca segmentada por perfil para a montagem dos times. 

O segundo processo é a Capacitação, que diz respeito a um treinamento com os profissionais selecionados para o projeto. Essa etapa tem a função de integrar os profissionais aos objetivos do projeto. Ou seja, apresentá-lo o público do projeto, o propósito, a metodologia e todos os outros fatores envolvidos ao processo da construção dos materiais didáticos.  

Por fim, o último processo é a Gestão das Tarefas, que é a etapa responsável por organizar todo o trabalho que precisa ser feito, a fim de controlar e otimizar todo o fluxo de trabalho. 

Qual ferramenta utilizar para realizar a produção de materiais didáticos 

Para realizar esses processos de forma ágil e automatizada, a melhor opção é utilizar a Plataforma Deduca como facilitadora dos processos. Pois, com ela é possível aumentar a produtividade, melhorar a qualidade do material e aumentar a assertividade dos prazos.  

Realizando todos esses processos com a plataforma adequada, certamente a sua instituição de ensino se beneficiará com materiais didáticos de qualidade. O que irá possibilitar que a sua IE ofereça mais qualidade ao ensino híbrido e a distância. Isso irá favorecer os processos de captação e permanência de alunos, e além disso, também contará como um diferencial competitivo. 

Quer saber mais sobre como produzir materiais didáticos, e-books, atividades e cases de sucesso de qualidade para a sua instituição de ensino? Confira essa palestra que realizamos no CRMaker Summit: EAD e Híbrido: Gestão de talentos e produção dinâmica de materiais didáticos

E não se esqueça de acessar as nossas Redes Sociais (YouTube, Linkedin e Instagram)para não perder nenhuma novidade!  

Sobre o autor:
Ana Carolina
Estagiária de Marketing na CRM Educacional.
COMPARTILHE:

Outras notícias Mais relevantes Últimos dias