Sua IES investe em segurança de dados?

O modelo econômico industrial mudou drasticamente nos últimos anos. E continua em constante mudança.O grande fluxo de informações, presentes em sites, novos produtos, organizações e empresas têm um importante papel em como surgem novos estilos de viver e trabalhar, que estão tomando conta de nossas vidas. E com este novo fluxo, o mercado começa a pensar em segurança de dados.

Neste novo contexto, tecnologias emergentes como o Machine Learning e a Inteligência Artificial,  têm tornado a cultura de dados ainda mais comum entre organização de diversos tipos, no mundo inteiro.

O uso dos nossos dados têm sido um grande divisor de águas para a melhoria de serviços e o entendimento do nosso comportamento.

Eles ajudam empresas a tomarem decisões complexas, pois ao compreender dados bem estruturados, é possível adquirir uma maior assertividade nas metodologias utilizadas para se alcançar um certo objetivo organizacional.

Mas embora a utilização de dados seja um ponto essencial para o funcionamento fluido de uma organização, existe em torno deles uma série de regras e questionamentos de utilização que estão cada vez mais em evidência.

Mas o que exatamente está sendo feito com estes dados?

Os dados mais utilizados são os básicos: nome, endereço físico, e-mail, endereço de IP (o endereço do seu computador, no qual você trabalha ou guarda informações pessoais), dados financeiros, dados de comportamento em páginas da web (como os cookies do google), e outras informações desse tipo.

E no contexto empresarial, estamos falando de dados de funcionários e clientes.

Algumas dessas informações são, inclusive, mais detalhadas e envolvem documentação pessoal – o que pode tornar tudo um pouco mais complexo. Isso, por exemplo, é o caso do uso de dados nas instituições de ensino (básico ou superior).

E o que é feito por essas instituições para controlar o uso desses dados?

As empresas têm entrado na cultura “Data Controller” cada vez mais a fundo. Investimentos em segurança de dados e inovações tecnológicas capazes de evitar o vazamento e mau uso de dados estão sendo frequentes e cada vez maiores – e o impacto deles, obviamente, é muito positivo para estas organizações.

Isso significa que, além de ter em mãos muitos dados relativos a seus clientes e usuários, elas se tornam (e se assumem) responsáveis por aquilo o que acontece com eles a nível mais profundo.

E ter em mãos este tipo de informação exige que a ética dessa empresa seja impecável – desvios deste uso são prejudiciais para os usuários, e as consequências podem respingar na organização de forma muito impactante.

Como as instituições de ensino são impactadas com este novo contexto utilização de dados?

Como possuidora dos dados físicos e pessoais de muitos alunos, as instituições de ensino básico e superior têm de se manter atentas à utilização dos mesmos.

Eles devem ser utilizados apenas dentro da instituição para melhorar os meios de contato com o aluno (ou no caso do ensino básico, falar com os responsáveis por estes alunos – afinal, estamos falando de menores de idade, o que agrava a situação a nível judicial).

O sigilo e o uso criterioso passam a ser parte do processo interno de funcionamento dos setores da instituição.

E como a CRM Educacional está fazendo a respeito dos dados que as instituições armazenam em seus sistemas?

Estamos sempre inovando e repensando sobre a segurança de dados presentes em nossas soluções. Trabalhamos de acordo com todos os regulamentos referentes ao controle e segurança de dados e disponibilizamos um software seguro e eficaz, o que é um grande passo no cuidado com os dados dos alunos da sua IES.

Esta linha de pensamento também abrange dados de leads e potenciais alunos, que ainda estão no funil de vendas dessas instituições, afinal, tanto a captação, quanto a permanência de alunos, dependem da qualidade do ensino e credibilidade depositada à imagem desta instituição.

Agora é hora de pensar e rever a forma com que a sua IES interage com a base de alunos e leads.

Utilizar as informações de forma moderada, evitar o vazamento das mesmas e trazer experiências melhores para estas pessoas deve ser entendido como uma missão neste novo contexto informacional.

Vamos juntos melhorar a organização e utilização de dados nas IES de todo o Brasil?

CRM Educacional