(31) 2531-3161
WhatsApp
evasao de alunos

Reflexões sobre a Permanência de Alunos – CRM Educacional

Quando falamos de evasão, é normal colocarmos a carga e a causa da evasão no background acadêmico do aluno, na qualidade de ensino que ele teve na escola e nas deficiências que carregou. 

Mas, na maioria dos casos, os desafios que o aluno encontra ao longo da sua jornada acadêmica não são os principais motivos que o levam a evadir. A verdade é que a IE tem como obrigação se preparar para receber os alunos que chegam até ela, e não o contrário.  

Digo isso pois, por mais que a IE defina a sua persona e a mantenha sempre atualizada, é comum que cheguem novos perfis de alunos. Então é importante pensarmos como as instituições devem se preparar para receber e manter os alunos atuais. 

De acordo com uma palestra realizada no CRMaker Summit pelo especialista em marketing educacional Glauson Mendes existem alguns passos que podem nos ajudar entender os motivos da evasão. Alguns deles são: definir os objetivos da instituição e fazer uma boa gestão da permanência de alunos. Saiba como fazer tudo isso dando continuidade à leitura! 

O que leva o aluno a evadir ao longo da sua jornada em uma instituição de ensino? 

A evasão é um processo longitudinal, ou seja, ela acontece ao longo do tempo. Isso quer dizer que quando o aluno vem a evadir, em quase 100% dos casos não é um único fator e nem da noite para o dia que o aluno toma essa decisão. Essa decisão geralmente é tomada após a soma de um conjunto de fatores negativos que vão se acumulando ao longo da jornada acadêmica do aluno.   

Então quando falamos sobre a evasão de alunos, é preciso lembrarmos que existem diversas esferas dentro desse tema e muitas variáveis. Mas o que quero dizer com isso? 

Quero dizer que os motivos que levam o aluno a evadir são múltiplos e eles variam muito de instituição para instituição. Ou seja, os motivos que levam um aluno de ensino básico a evadir, certamente são diferentes de um aluno do ensino superior.  

Essas diferenças também são notadas quando comparamos os motivos da evasão no ensino público e no privado. Pois em todos esses formatos existem inúmeras diferenças em suas composições, formas, abordagens e estrutura administrativa.  

Isso não quer dizer que os motivos da evasão são completamente diferentes em todas as instituições de ensino. Há sim pontos em comum, porém cada instituição possui as suas particularidades. 

Por que trabalhar a permanência de alunos? 

Um dos primeiros passos que devemos realizar para evitar a evasão de alunos em uma instituição é começar a questionar e entender o porquê. Ou seja, por que a minha instituição precisa trabalhar políticas de evasão? 

Isso é extremamente importante, pois é a partir do momento que você começa a estudar os motivos que te levam a fazer uma gestão da permanência de alunos de uma maneira estratégica, que você começa a entender o caminho que precisa seguir para levar a sua instituição a resultados melhores. 

Além disso, quando falamos sobre o porquê de cuidar da permanência, ou o porquê de olhar para a evasão com cuidado, significa que estamos buscando o principal motivo de investir e trabalhar na gestão da evasão de alunos. 

Autoridade e poder no combate a evasão de alunos 

Quando o objetivo é implantar uma nova tecnologia de permanência, ela requer mudança no modelo de gestão. Então se você quer de fato implantar um programa de combate a evasão de alunos na sua instituição de ensino, algumas questões acabam tendo que ser definidas ou mudadas em algum momento do projeto. 

E para definir essas mudanças, estabelecer estratégias ou tomar decisões, é preciso garantir a presença de um patrocinador. Esse patrocinador pode ser o diretor, o reitor, o CEO ou qualquer pessoa da instituição, desde que ela tenha essas duas características: autoridade e poder. Pois essas duas características são suficientes para estabelecer a postura que esse líder irá precisar para conseguir convencer a equipe. Além de fazer a mudança que precisa para melhorar toda a gestão da permanência. 

Outro fator muito importante para o sucesso da permanência de alunos é o empoderamento de todas as pessoas envolvidas nessa gestão da permanência. Pois o patrocinador não estará disponível para gerenciar esse processo a todo momento. Por isso o empoderamento de todo esse time é fundamental para que haja sucesso nessa ação. 

Imagino que nesse momento você esteja se perguntando:

Mas como posso garantir que o empoderamento seja uma característica comum de toda a minha equipe de colaboradores? 

Essa pode parecer uma missão difícil. Mas o empoderamento pode ser conquistado através de 3 perguntas básicas voltadas para a gestão da permanência da sua instituição:  

  • Por que mudar? 
  • Para o que mudar? 
  • Como causar essa mudança? 

Quando entramos nessa discussão e alinhamos todas essas questões ao propósito da instituição, esse poder e empoderamento acaba indo para o restante da equipe de maneira orgânica. 

Ações e boas práticas para reter alunos 

Para fazer uma boa gestão da evasão de alunos, o primeiro passo é pesquisar, perguntar e manter um relacionamento ativo com os alunos. Dessa forma é possível descobrir o que eles esperam da IE como um todo.  

O segundo passo, que é considerado um dos principais, é sempre tratar o aluno com empatia e entender caso a caso. Ou seja, é fundamental descobrir a dor de cada aluno, cada anseio e cada necessidade.  

Além disso, adaptar a IE com metodologias, tecnologias, boas práticas e inclusão de políticas de permanência também é importantíssimo para saber lidar com esse aluno real. Dessa forma, será mais fácil lidar com todas as deficiências que ele tem na bagagem. Seja em seu background adquirido no ensino básico, seja com as questões familiares, financeiras, acadêmicas, etc. O importante é lembrarmos que a realidade de cada aluno será única. Por isso é importante ficar atento a cada particularidade para saber a melhor forma de lidar com esse aluno. 

Principais causas e soluções no combate a evasão de alunos 

De acordo com uma pesquisa americana realizada em 2019, 70% da evasão ocorre por esses 3 principais motivos: 

  • A instituição não tem um relacionamento próximo com o aluno;  
  • Serviços e atendimentos ruins;  
  • De acordo com o aluno, o sacrifício não vale a pena;  

Observe que em nenhum momento falamos sobre a escolha de curso, fatores financeiros ou background acadêmico do aluno.  O principal fator que leva a evasão de alunos é simplesmente a relação do aluno enquanto cliente, sendo mal atendido. O que proporciona uma experiência ruim na sua jornada acadêmica. 

Dito isso, trago aqui uma reflexão:

Será que não precisamos melhorar a prestação de serviços de uma forma geral na educação também para engajar mais esses alunos e diminuir a evasão? 

Se pararmos para pensar na questão técnico administrativo, é possível aumentar muito a qualidade dos processos de uma instituição de ensino. Pois é na gestão, na administração e na liderança que é possível ter um maior controle de como cuidar dos alunos. 

Então se depois de ler esse blog post você ficou curioso para saber mais sobre como trabalhar de forma inteligente o processo de permanência de alunos, confira essa palestra que realizamos no CRMaker Summit: Reflexões sobre a permanência de alunos no Brasil. 

Além de ver a palestra, você também pode entrar em contato com a gente, pois temos a solução ideal para te ajudar a otimizar todo o processo de permanência de alunos da sua instituição! 

Aproveite para nos seguir nas nossas Redes Sociais (YouTube, Linkedin e Instagram) e ficar por dentro de estratégias e insights exclusivos do mercado educacional. 

Sobre o autor:
Ana Carolina
Estagiária de Marketing na CRM Educacional.
COMPARTILHE:

Outras notícias Mais relevantes Últimos dias