(31) 2531-3161
WhatsApp

Chat CRM Educacional

TI estratégico ou operacional na sua IE? Saiba as diferenças

TI estratégico ou operacional na sua IE? Saiba as diferenças

Publicado em 10 abril 2018 e escrito por

Para que a estrutura tecnológica de uma instituição funcione bem, o departamento de TI é essencial. Contudo, a sua IES conta com um departamento mais voltado ao parte TI estratégico ou operacional?

Para que você compreenda como o TI deve ser inserido na estratégia da sua instituição e quais são os benefícios que isso pode trazer, acompanhe este artigo!

Qual é a diferença entre TI estratégico ou operacional?

TI operacional é o departamento que executa as tarefas diárias da instituição de modo que os recursos estejam sempre disponíveis e funcionais.

Por exemplo: imaginemos que a sua faculdade tenha uma rede interna cuja internet oscile muito ou simplesmente caia. É função do TI operacional verificar o que está acontecendo e fazer a internet voltar a funcionar.

Já o TI estratégico é voltado ao desenvolvimento de projetos que vão ao encontro dos objetivos da universidade.

Por exemplo: vamos imaginar que o mesmo problema anterior persista, a conexão da internet fica muito devagar ou cai, dificultando o trabalho dos seus colaboradores. A tarefa do TI estratégico, então, é desenvolver uma solução para que isso não aconteça mais.

Afinal, se a internet estiver ruim, o atendimento ao aluno não poderá ser bem prestado, o que pode prejudicar as metas e, consequentemente, os objetivos da empresa.

Como fazer um setor de TI estratégico?

Se sua IES tem um departamento de TI operacional, é importante envolvê-lo nos processos de decisão da IES para torná-lo mais estratégico.

Além de ter um contato mais próximo com os outros departamentos e com os seus gestores, isso também conta com uma série de ações cotidianas, tais como:

  • Análise de dados;
  • Otimização dos equipamentos;
  • Controle de riscos;
  • Aumento da qualidade;
  • Diminuição de falhas;
  • Informações para tomada estratégica de decisão.

Deixar os membros de TI alinhados com esses pontos poderá trazer muitos benefícios à sua instituição.

E quais são os benefícios de um TI estratégico para a IES?

De todas as vantagens que essa implantação pode trazer à sua IES, podemos destacar:

Implantação de novas ferramentas

Para trazer novos alunos e reter aqueles que já estão matriculados é essencial ter uma boa gestão que deve ser feita por meio de um software.

Caso uma instituição ainda use uma planilha de Excel para fazer esse controle, ela estará suscetível a cometer erros e passar por grandes problemas, caso o arquivo se perca ou não salve as últimas inserções, por exemplo.

É nesse cenário que o TI estratégico pode atuar e sugerir a implantação de novas ferramentas, como um CRM para fazer esse trabalho.

Melhor qualidade no atendimento

Dentro de uma IES, o TI estratégico compreende que o atendimento ao aluno é muito importante. Por isso, o time pode trazer implementações tecnológicas que tornem o trabalho dos atendentes mais ágil, dinâmico e eficiente.

Isso otimiza a experiência que o público tem com a sua instituição. E a consequência disso não poderia ser outra: mais chances de novas matrículas e retenção de alunos!

Maior segurança da informação

Imagine que, no dia em que os alunos precisam renovar a matrícula, o site da sua instituição

saia do ar devido a um ataque digital. Isso seria terrível, além de representar um risco grande para o semestre, certo?

Por essa razão, a segurança da informação tem se tornado tão importante e o TI estratégico pode

garantir a proteção da instituição, mantendo-a num ambiente digital seguro e forte.

O que achou deste artigo sobre TI estratégico? Acredita que ele melhorará a performance geral da sua IES? Deixe um comentário e nos diga a sua opinião!

Sobre o autor:

Bruno Contarini CTO e Co-Founder na CRM Educacional, empresa especializada em Captação, Permanência e Fidelização de Alunos para Instituições de Ensino.

COMPARTILHE: