(31) 2531-3161

Chat CRM Educacional

3 soluções infalíveis para reconquistar candidatos reprovados no vestibular

3 soluções infalíveis para reconquistar candidatos reprovados no vestibular

Publicado em 12 março 2015 e escrito por

O que você faz com seus candidatos reprovados? Consegue agir para  trazê-los de volta para seu funil ou apenas lamenta o fato de perder essas possíveis matrículas?

Pergunto isso, pois como disse no mais recente texto da série sobre as fases do funil de conversão de alunos, alguns gestores de marketing de IES’s brasileiras não agem nem mesmo na etapa de avaliação do candidato. Dentre os profissionais que trabalham na captação de alunos, muitos param seus esforços assim que o candidato paga a taxa de inscrição e só retornam ao processo, para trabalhar com os convocados/aprovados.a. Vale a pena repensar esta prática, não é mesmo?

Quem não trabalha nesta fase certamente se lamenta com o número de candidatos perdidos entre o pagamento e a convocação, mas você pode e deve ser diferente! Só de estar aqui, procurando por mais informações, já mostra que está incomodado com a situação e não se contenta com o fato de perder possíveis alunos. Quero te ajudar nesse desafio, vamos lá?

Fatores que levam a reprovação de um candidato

Ainda citando o último texto da série, existem algumas maneiras de trabalhar a fim de conquistar mais candidatos aprovados em uma prova de vestibular, mas é óbvio que ainda assim alguns possíveis alunos serão reprovados. Ai você pode pensar:

“Agora não tem jeito, eu já tentei incentivá-lo, dei dicas de preparação e estudos para que ele tivesse um bom resultado e mesmo assim foi reprovado. Dessa vez eu tenho que aceitar que o perdi, ele não está preparado.”.

É claro que alguns candidatos realmente não estarão preparados para fazer um curso superior, mas outros fatores podem afetar o rendimento de um possível aluno além do despreparo, como o nervosismo, por exemplo. É com base nesses outros agentes influenciadores que eu te afirmo: também é possível agir nessa fase e reconquistar seus candidatos reprovados no vestibular!

Pensa comigo: de certa forma, avaliar o conhecimento de uma pessoa por meio de apenas uma prova pode não ser o suficiente. Veja bem, não estou questionando o modelo de vestibular brasileiro, apenas acredito que muitos fatores podem influenciar o desempenho de um candidato, fazendo com que ele não consiga converter todo o conhecimento adquirido em seus estudos em um bom resultado.

Não sei você, mas para mim, perder possíveis alunos não me agrada nem um pouco! Como você está lendo este texto, presumo que também pense igual a mim, por isso quero te mostrar algumas possibilidades para trabalhar nesse caso que tenho certeza que te deixarão inquieto para colocar em prática.

Ações para recuperar seus candidatos reprovados no vestibular

Sem mais delongas, vamos agir:

Entender a situação do candidato

Como eu disse, existem outras possibilidades que levam à um candidato reprovado além da falta de preparo. Mas antes de agir, é preciso compreender se o possível aluno sofreu com estes outros fatores antes de procurar uma alternativa para reconquistá-lo. O simples fato de existir solução para uma reprovação, não quer dizer que seja inteligente oferecê-la a todos que se encontram nessa situação.

Dica de ouro:

A primeira dica, e talvez a mais importante, é o contato direto.

Fazer uma ligação para o candidato reprovado é primordial para o sucesso de suas ações, afinal, antes de pensar o que fazer para reverter esse caso, é preciso entender a causa do problema.

Mobilize sua equipe de Call Center para fazer contato direto com este candidato reprovado a fim de entender a sua situação. Após essa compreensão, treine sua equipe para que tenham a sabedoria de oferecer soluções adequadas a cada caso.

À partir do conhecimento do caso de cada candidato reprovado, é possível tomar algumas atitudes. Vamos a elas:

Oferta de novas opções de curso

Muitas vezes o candidato reprovado consegue um bom resultado na prova de vestibular, mas não é o bastante para o curso desejado. Se este possível aluno tem um bom conhecimento, então por que deve aceitar perdê-lo?

Dica de Ouro:

Uma alternativa extremamente simples e poderosa é a sugestão de cursos semelhantes. Caso o candidato não consiga alcançar a nota de corte do curso desejado, o que ocorre com muita frequência em cursos muito disputados, você pode oferecer uma segunda opção para esse candidato, algo na mesma área.

Um bom exemplo disso é o curso de enfermagem ou odontologia para os reprovados em medicina.

2ª chance

Não poderia deixar de tratar os fatores adversos que também podem influenciar no desempenho de um candidato, como por exemplo o nervosismo.

É muito comum que um possível aluno sinta o peso da responsabilidade no momento da prova. Seja por seus longos períodos de estudo, esperança que seus familiares depositam ou até mesmo realização de um sonho. Por estes e outros motivos, um candidato pode ter seu desempenho duramente influenciado na hora da prova.

Caso você enxergue essa situação em um de seus contatos com os candidatos, por que não avaliar novamente este candidato reprovado, no intuito de que ele supere os obstáculos que o atrapalharam no primeiro teste?

Dica de ouro:

Ofereça uma segunda chance para os candidato que não conseguiram se preparar bem emocionalmente para a prova de vestibular. Você pode dar a oportunidade de que eles façam uma segunda prova, isentando-os da taxa de inscrição.

Consegue imaginar como esse futuro aluno se sentirá cuidado por sua instituição? Entende que essas ações além de ter o poder de converter os candidatos reprovados, ainda conseguem criar uma imagem extremamente positiva nos mesmos? Mostrando antes mesmo da matrícula, o tipo de relacionamento e cuidado que eles podem esperar ao longo de sua vida letiva.

Entendeu como um relacionamento bem feito pode ser extremamente poderoso para sua captação de alunos? É por isso que toda semana eu escrevo para você, quero te incentivar a parar de fazer marketing e começar a fazer sentido para seus futuros alunos.

Sobre o autor:

Daniel Antonucci Mestre em Educação e possui MBA em Marketing e em Gestão Acadêmica e Universitária. Apaixonado por Gestão, Tecnologia e Relacionamentos e com experiência de mais de 15 anos no Ensino Superior Brasileiro é CEO e co-fundador do CRM Educacional, empresa especializada em CRM para Instituições de Ensino. É também sócio e conselheiro da 5Seleto – Agência de Marketing Digital especializada em Educação, conselheiro da Bearings Vocacional, empresa especializada em orientações de carreiras e também atua como Docente em cursos de MBA e em oficinas e cursos do SADEBR – Seminário de Ações Digitais na Educação Brasileira.

COMPARTILHE:

Outras notícias Mais relevantes Últimos dias