Os relatórios da sua IES estão sendo eficientes?

A cada final do mês, você prepara um relatório dos resultados das ações do seu setor dentro da IES em que você trabalha. Afinal, muito além de entender o que foi feito e os resultados destes afazeres, é importante parar, pensar a analisar o que será feito para o próximo período. Pelo mesmo motivo, seu setor passa pelas reuniões de apresentação de resultados.

Mas pense: você está se baseando nos dados certos para apresentar o andamento do seu setor? O que estes números ou palavras significam para a dinâmica da empresa e para os lucros que caem na conta do gestor, no fim do mês?

Estamos rodeados de informações o tempo todo. E se você não se questiona sobre como elas estão sendo utilizadas, talvez todos aqueles longos relatórios (que você acredita estarem completos e cheios de potencial), dotados de números e observações, podem parecer, para muita gente, mais (no mínimo) vinte minutos exaustivos de bombardeamento informacional, que não acrescentam nada em termos de crescimento da IES.

Então, o que deve ser medido no contexto de uma instituição de ensino?

O trabalho com o marketing, em qualquer tipo de segmento, deve ser estudado por base no comportamento deste mercado. Não seria diferente com o mercado educacional, que exige a atenção a um tipo determinado de contexto.

As métricas comuns ao marketing (CAC, ROI, investimentos em marketing on e offline, analytics de tráfego e acessos) não precisam ser ignoradas. Mas não devem ser as únicas a serem analisadas, afinal, estes aqui são apenas os meios. E estamos interessados também nos fins.

Partindo desse pensamento, você chega à análise correta do que precisa ser levado em conta.

E isso significa que, muito além do simples acompanhamento da performance de social media ou site, precisamos falar sobre as métricas que fazem sentido para uma instituição de ensino a nível de acompanhamento.

E o que deve ser acompanhado neste sentido?

Você sabe quantas inscrições foram obtidas? Quantas delas se tornaram matrículas? Quais suas origens e melhores conversões? Quantos matriculados permaneceram no primeiro semestre? Quantas permanências se tornaram diplomas?

Por outro lado, quantas evasões foram detectadas – e qual o motivo mais frequente dessas desistências?

O trabalho do marketing não deve ser fundamentado apenas em dados crus (embora eles sejam uma base importante do conhecimento sobre o comportamento do seu cliente) mas também em dados humanos, padrões de comportamento – quando possível, dados personalizados.

Aliás, estamos lidando com a evolução de um ser humano em um contexto de aquisição de conhecimento – uma fase importantíssima da vida de qualquer indivíduo – e é fundamental que o desenvolvimento de cada aluno seja a prioridade da sua instituição de ensino.

Esta linha de aprendizado e crescimento é a sua rota principal para o sucesso do aluno, e consequentemente, da IES.

Existem outras formas de acompanhar essas métricas com eficácia?

Sim. Todo acompanhamento bem feito depende da organização que aplicamos a um determinado processo diário de trabalho – estamos falando do que sabemos sobre os consumidores, do que oferecemos, sobre as capacidades da gestão e do funcionamento da IES, e como isso tudo funciona para tornar a permanência do aluno possível.

E se isso te parece complexo e trabalhoso, acesse este conteúdo  e entenda a simplicidade que um processo de automação eficiente pode trazer para a sua IES.

Afinal, o que deve ser medido têm a ver com o caminho e a satisfação que cada aluno têm ao longo do tempo com a sua instituição.

Não estamos falando de perdas, estamos falando de ganhos e permanência. E isso se faz com informação sólida.

A CRM tem uma solução para você. Vem com a gente e aprimore o processo de retenção de alunos da sua IES.

 

CRM Educacional