(31) 2531-3161
WhatsApp
profissões em alta

Saiba quais são as 15 profissões em alta para captar alunos em 2021

O ano de 2020 foi marcado por uma das maiores crises econômicas dos últimos tempos, impactando em constantes mudanças trazidas pela COVID-19. Sabemos que milhões de pessoas estão buscando por um novo trabalho hoje, mas nem só de perdas se caracteriza o último ano. Algumas categorias de emprego souberam se adaptar e responderam bem às transformações tanto no comportamento de consumo quanto às necessidades de negócios.  

Diante disso, o nosso foco hoje é observar a mudança de cenário de emprego dos últimos anos comparando e os cargos que crescimento mais em 2020 em relação ao ano de 2019. O relatório Empregos em Alta do Linkedin mostrou com detalhes uma pesquisa que classificou por crescimento e demanda as 15 categorias principais que impulsionarão o mercado de trabalho em 2021.  

Além de entrar em cada uma dessas categorias, vamos aprofundar nas competências necessárias, insights sobre o plano de carreira e claro saber onde estão localizados todos esses empregos. Com tudo isso a sua instituição de ensino vai trabalhar estratégias mais assertivas nas campanhas de captação de alunos, trazendo melhores candidatos e colocando as competências da maneira para levar melhores profissionais para o mercado de trabalho. 

Antes de entrarmos nas categorias é importante destacarmos que com o isolamento social vimos um aumento relevante na digitalização e adoção de novas tecnologias e ferramentas que permitiram uma nova forma de trabalhar, estudar e principalmente comprar remotamente. Com isso, a demanda por cargos como telemarketing, marketing digital e e-commerce no Brasil tiveram uma grande ascensão em 2020.  

Muitas pessoas aproveitaram este momento para buscar mais conhecimento, desenvolver novas competências e mudar de carreira, alguns por oportunidade outros por necessidade, como assistentes administrativos virando operadores de telemarketing e jornalistas se tornando gerentes de mídias sociais, por exemplo. 

A busca por mais conhecimento e a mudança de carreira traz novas oportunidades para que a sua instituição de ensino crie estratégias de divulgação dos cursos de especialização e até mesmo uma nova graduação para aqueles que buscam um novo caminho no mercado de trabalho. 

Agora que você já sabe o objetivo principal deste artigo, já podemos te contar quais são as 15 principais categorias que vão movimentar o mercado de trabalho em 2021. Assim que terminar de ler você será capaz de planejar os projetos para captação de alunos da sua instituição e dar início às suas campanhas de captação de alunos

Vamos lá? 

1. Médicos especializados 

A área da saúde enfrentou o enorme desafio de lidar com a pandemia, mas ao mesmo tempo teve a oportunidade de melhorar e modernizar todo o setor. 

Não poderíamos deixar de começar com os profissionais mais necessários ao longo do ano de 2020 e que sofreram uma enorme pressão enquanto trabalhavam para combater os casos de COVID-19. Dos contratados para as funções médicas, 72% foram profissionais do sexo feminino. E um dos cargos que mais se destacaram em contratações foram enfermeiros de terapia intensiva com 820% em comparação com 2019.  

As principais competências dentro desta área são: enfermagem em terapia intensiva, farmácia clínica, medicina, fisioterapia, terapia ocupacional e biologia 

Os mais cargos comuns: enfermeiro(a) de terapia intensiva, enfermeiro(a) de saúde pública, enfermeiro(a) de pronto-socorro, clínico geral, fisioterapeuta, farmacêutico(a), médico(a) e especialista clínico. 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. 

2. Farmacêuticos e pesquisadores 

Ainda no setor de saúde, o Brasil foi um dos países mais impactados pela pandemia e investiu em projetos de pesquisa pela vacina contra a COVID-19, em organizações como Butantan, o IQVIA e o PRA Health Sciences estão entre as empresas que mais contrataram em 2020. E um destaque importante nas contratações desta área foram os 73% dos cargos preenchidos por mulheres. 

As principais competências dentro desta área são: monitoramento clínico, boas práticas clínicas (BPC), boas práticas de laboratório (BPL), pesquisa clínica, bioquímica, hematologia e 5S 

Os mais cargos comuns: técnico(a) em medicina, cientista de laboratório médico e assistente de laboratório 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte e Curitiba. 

3. Tecnologia 

O setor de tecnologia está em alta há alguns anos e é uma das categorias que mais se mostrou à prova da pandemia sem nem sentir a crise em 2020. Uma das vantagens deste setor foi o avanço dos processos de transformação digital que já estavam na lista de melhorias de várias empresas, se tornou prioridade e teve resultados como nunca se viu antes. Além de ser o maior número de vagas remotas dentro das 15 categorias, apresentou as contratações de gênero menos equilibradas, com apenas 20% de mulheres. 

As principais competências dentro desta área são: Git, Unity, JavaScript, React.js, Scrum, design de experiência do usuário (UED), SQL, design de interface do usuário e Cascading Style Sheets (CSS) 

Os mais cargos comuns: engenheiro(a) de software, desenvolvedor(a) de backend, desenvolvedor(a) de jogos, desenvolvedor(a) de frontend, consultor(a) de design de produto, designer de interface do usuário, desenvolvedor(a) de web e analista de segurança cibernética 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Curitiba.

4. Vendas e desenvolvimento de negócios 

Adaptar às mudanças dentro do ambiente de negócios é algo essencial para a qualquer empresa, mas em 2020 além de se adaptarem, as empresas precisaram se reinventar à frente a uma nova realidade e uma nova forma de consumo.  

Diante de um novo cenário, a demanda aumentou significativamente por profissionais qualificados como, diretores executivos, especialistas em vendas, para orientar as empresas e clientes a tomarem novos caminhos de forma estratégica para seus investimentos. 

As principais competências dentro desta área são: negociação, gestão comercial, e-commerce, pré-vendas, planejamento de negócios, negociação, gestão de vendas 

Os mais cargos comuns: especialista em vendas, gerente de vendas, assistente operacional de vendas 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Curitiba. 

5. Especialistas em E-commerce 

O fechamento do comercial físico foi decretado como medida de prevenção ao aumento dos casos no início da pandemia. Consequentemente houve um aumento na demanda on-line por vários tipos de produtos ao longo do ano de 2020.  

Em resposta à esta nova demanda, muitas empresas contrataram milhares de profissionais especialistas em e-commerce para cargos de logística e marketing digital, para que os produtos pudessem chegar até os clientes. Em relação a 2019, as contratações desses cargos aumentaram em 43%, sendo 71% preenchidos por profissionais do sexo masculino. 

As principais competências dentro desta área são: e-commerce, gerenciamento de logística, produtos SAP, operações de depósito, controle de estoque e gerenciamento da cadeia de suprimentos 

Os mais cargos comuns: diretor(a) de cadeia de suprimentos, técnico(a) em logística, analista de estoque, operário(a) de estoque, operário de estoque, gerente de e-commerce, analista de e-commerce 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Curitiba. 

6. Especialistas em marketing digital 

O engajamento nas redes sociais disparou durante a pandemia, e quem se beneficiou com o crescimento do consumo de conteúdo on-line foram os cargos de gestão de mídias sociais e marketing digital.  

Mesmo com um orçamento de marketing reduzido, muitas empresas começaram a buscar cargos focados em alternativas inovadoras ao marketing digital, como especialistas em desenvolvimento e produtos de conteúdo, além da transição de cargos como redatores e editores ganhando novas funções de conteúdo digital como coordenadores de conteúdo. Consequentemente, essa categoria atraiu um grupo mais jovem, com uma ideia média de 24 anos e 60% do total de contratações de 2020 foram mulheres. 

As principais competências dentro desta área são: marketing de influência, marketing digital, growth hacking, experiência de usuário (UX), mídias sociais, Search Engine Optimization (SEO). 

Os mais cargos comuns: gerente de mídias sociais, especialista em estratégias de posicionamento, consultor(a) de marketing digital, produtor(a) de conteúdo e redator(a) para experiência do usuário. 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba. 

7. Autônomos de conteúdo digital 

Outra categoria que também se favoreceram da onda do crescimento de conteúdo digital foram os profissionais autônomos de conteúdo digital, como Youtubers e Podcasters. Eles aproveitaram que as pessoas estavam consumindo quase 100% digitalmente, e divulgaram ainda mais seus conteúdos, ganhando mais visibilidade. 

E como falamos anteriormente da adaptação à nova realidade, as empresas mudaram a abordagem de negócio e contrataram coordenadores de conteúdo e editores de vídeo para terem uma presença online mais forte. Nesta categoria, o aumento nas contratações foi de 74% em 2020.  

As principais competências dentro desta área são: experiência em podcasts, YouTube, marketing digital e edição de vídeos 

Os mais cargos comuns: podcaster, YouTuber, coordenador(a) de conteúdo e editor(a) de vídeo 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Curitiba. 

8. Profissionais de finanças 

Em um ano tão conturbado economicamente e financeiramente falando, os profissionais de finanças, consultores e especialistas financeiros foram consideravelmente requisitados. Até mesmo os bancos, como Itaú Unibanco e corretoras como a XP Investimentos, responderam por grande parte das contratações. 

As principais competências dentro desta área são: serviços bancários, negociação, planejamento de negócios, investimentos, finanças corporativas, mercado de capitais e análise financeira 

Os mais cargos comuns: diretor(a) financeiro(a), corretor(a) de ações, consultor(a) de serviços financeiros, contador(a), supervisor(a) de contas a receber e bancário(a) 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre, Florianópolis e Belo Horizonte. 

9. Cargos de apoio à saúde 

Em 2020 o SUS (Sistema Único de Saúde) chegou ao seu limite e consequentemente a demanda aumentou não somente pela busca de médicos, como citamos na primeira categoria, mas também por profissionais qualificados de apoio à saúde. Esta categoria teve um crescimento de 64% nas contratações de cargos como, balconista de farmácia e encarregado médico com a maior demanda. E é provável que esses cargos continuem crescendo em 2021. 

As principais competências dentro desta área são: experiência em farmácia e com medicamentos, funções de recepcionista, atendimento ao paciente, análises clínicas e gestão de saúde 

Os mais cargos comuns: assistente de farmácia, consultor(a) de saúde, gerente de operações clínicas, encarregado(a) médico(a), coordenador(a) médico, assistente de saúde 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. 

10. Telemarketing 

As contratações no setor de telemarketing cresceram 67% e foi a categoria que atraiu o público mais jovem, com uma idade média de 21 anos e 61% deles possuem o título de bacharel. Outro ponto relevante que essa categoria registrou foi um grande número de pessoas que transitaram na carreira, como pessoas migrando de cargos como caixa e vendedor para posições de telemarketing.   

As principais competências dentro desta área são: telemarketing, atendimento ao cliente, vendas, etiqueta ao telefone 

Os mais cargos comuns: representante de telemarketing, operador(a) de telemarketing e especialista em telemarketing 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Curitiba e Belo Horizonte. 

11. Serviços criativos 

Com a redução do orçamento nas áreas de marketing, houve um aumento de busca por profissionais autônomos de escritores a ilustradores, para trabalhar com base em projetos. Os cargos de ilustradores tiveram um aumento considerável de 67% no número de contratações entre 2019 e 2020. Este setor sempre foi reconhecido no Brasil como gerador de crescimento econômico e de expressão cultural, representando até 2,6 do PIB do país. 

As principais competências dentro desta área são: ilustração, arte, ZBrush, jornalismo, design gráfico, modelagem 3D, redação, Adobe Illustrator 

Os mais cargos comuns: ilustrador(a), artista 3D, redator(a), figurinista e designer gráfico 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro, e Florianópolis. 

12. Análise de dados 

Cargos de análises de dados mantiveram um crescimento constante ao longo dos, mas principalmente a partir de 2019. Muitas empresas viram a necessidade de direcionar suas operações de negócios para um ambiente online e garantir que o processamento de dados operasse com mais eficiência do que nunca. E claro que isso também aconteceu com as instituições de ensino em todos os processos, principalmente para continuar captando alunos de forma remota. 

As principais competências dentro desta área são: Apache Spark, Hadoop, SQL, Python, ciência de dados, Tableau e Google Analytics 

Os mais cargos comuns: engenheiro(a) de dados, analista de dados, analista de desempenho e analista de validação 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, e Curitiba. 

13. Sucesso do cliente 

Em 2020, com o isolamento social, as restrições de viagens, levaram as empresas a encontrar novas maneiras de atender seus clientes, migrando para métodos digitais para manter o suporte aos clientes, gerando um crescimento de 37% na contratação de cargos de sucesso de clientes. Mas esse crescimento engloba outros cargos de varejo e call-center, como gerentes de experiência e atendimento ao cliente. 

As principais competências dentro desta área são: atendimento ao cliente, experiência do cliente, negociação, planejamento de negócios, liderança de equipe e central de atendimento 

Os mais cargos comuns: atendimento ao cliente, líder de equipe de atendimento ao cliente, especialista em central de atendimento, gerente de sucesso do cliente, parcerias estratégicas e gerente de experiência do cliente 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Porto Alegre e Florianópolis. 

14. Profissionais do setor de varejo 

Acompanhando a tendência do e-commerce, o setor varejista também foi turbulento em 2020. Algumas empresas se destacaram consideravelmente, mas para muitas delas, foi necessário redirecionar as estratégias e transferir toda a operação do offline para o online para conseguirem lidar com o crescimento de suporte ao cliente causado pela pandemia.  

Um ótimo exemplo de empresa que se destacou foi a varejista Magazine Luiza, que registrou um aumento nas vendas online de 162% em apenas um mês (julho de 2020). 

As principais competências dentro desta área são: vendas no varejo, merchandising, vendas, atendimento ao cliente e marketing 

Os mais cargos comuns: especialista em varejo e especialista em merchandising 

E os principais locais de contratação: São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza e Curitiba e arredores.  

15. Especialistas em saúde mental 

Os impactos negativos da pandemia do coronavírus como o estresse e o isolamento devido ao confinamento e incerteza constante, não afetou as pessoas apenas fisicamente, mas também mentalmente. E para lidar com todas estas questões e a necessidade de apoio que foi crescendo ao longo do ano de 2020, fez com que as contratações de especialistas em saúde mental aumentassem em 34%, e foi o setor que mais contratou mulheres de qualquer profissão, somando 84% de profissionais do sexo feminino. 

As principais competências dentro desta área são: psicoterapia, psicologia, psicologia de aconselhamento e saúde mental  

Os mais cargos comuns: psicoterapeuta e psicólogo(a) clínico(a) 

E os principais locais de contratação: São Paulo e Belo Horizonte. 

Este ano o relatório Empregos em evidência no LinkedIn concentrou suas pesquisas apenas nos últimos 12 meses e analisaram o que realmente mudou e onde é possível encontrar empregos na atualidade. Esperamos que os insights contidos aqui ajudem a sua instituição de ensino a criar melhores estratégias de captação de aluno, mostrando aos seus potenciais alunos o quanto a sua IE está atualizada com o mercado de trabalho. 

Sobre o autor:
Jade Nascimento
Analista de Marketing Digital na CRM Educacional.
Mais Recentes
COMPARTILHE:

Outras notícias Mais relevantes Últimos dias