(31) 2531-3161
WhatsApp

Chat CRM Educacional

Ferramentas digitais na captação e retenção de alunos

Ferramentas digitais na captação e retenção de alunos

Publicado em 26 fevereiro 2018 e escrito por

Diante das inúmeras transformações pelas quais o cenário educacional tem passado, os diferentes perfis de instituições de ensino estão, cada vez mais, aprimorando seu lado empresarial e recorrendo ao meio digital apara aprimorar seu processo de captação e retenção de alunos.

Por isso, recentemente fui entrevistado pela revista Ensino Superior para a falar um pouco sobre a importância das mídias digitais no novo cenário educacional e a automação das inscrições nos processos seletivos por processos automatizadas com bots (ou robôs).

Na matéria como o novo marketing enxerga os alunos, proponho uma reflexão sobre novas tendências de captação e retenção, que pretendo lhe mostrar nesse texto a seguir. Vamos continuar?

Automação para dar escalabilidade ao processo de captação e retenção de alunos

O meio educacional sempre esteve muito ligado às suas raízes. E isso se reflete também em sua maneira de captar e reter alunos. Na pesquisa EduTrends, realizada em 2016 pela Rock Content e Resultados Digitais, os dados apontam que 66% das instituições afirmaram que ainda mantêm investimentos nos tradicionais canais de marketing off-line.

Entretanto, da mesma maneira em que as formas de se ofertar educação estão se transformando (um exemplo é a nova regulamentação do EAD que está diversificando as promoções e ofertas) é preciso reavaliar a forma de fazer captação.

Existem diversas novas maneiras de aumentar a quantidade de interessados estando presente e utilizando-se de estratégias eficientes nos diversos canais de comunicação online.  Processos e práticas tecnológicas inovadoras utilizadas para integrar equipes e que passam a ser comuns na administração educacional.

Um exemplo disso é o CRM Educacional, que além de reduzir o excesso de trabalho manual, garante que a estratégia adotada tenha escalabilidade, ou seja, que ela consiga crescer de 100 para 100.000 interessados, ou mais, sem perder a eficiência e qualidade do processo de inscrição no seu vestibular.

Interação nas redes sociais

Assim como bem observado pelo Marcus Aquenaton, CEO da Planeta Y na matéria, investir em mídias sociais é mais que fazer um post; deve ser parte de uma estratégia que vai gerar resultados financeiros para a IES.

Em alguns textos aqui do blog, detalhei como as redes sociais podem auxiliar na captação, retenção e até na comunicação interna e externa da sua IES, sem parecer que sua instituição que está nas mídias sociais sem uma estratégia definida e com diversos erros.

É preciso gerir essas mídias como uma ferramenta de comunicação e relacionamento de forma profissional e planejada. Por isso, é fundamental que você se preocupe não só com uma linguagem adequada, mas também com o uso correto dos inúmeros canais e recursos disponíveis.

Invista no marketing de defensores

Essa tática é boa para conseguir novas matrículas, pois consiste em identificar e trabalhar com os engajados da sua instituição para defender sua marca em seus círculos sociais.

Mas qual a relação dessa afirmação com tecnologia? Simples, é preciso conhecer através de dados da big data, como se comportam seus alunos e quem é a persona ideal para a sua instituição.

O marketing de defensores funcionará não só para captar interessados, mas para reter matrículas, pois esses promotores passam a ter um relacionamento mais próximo e suas opiniões costumam ter um peso enorme nas decisões de outros alunos.

Monitore os resultados em relatórios

Mais do que planejar, criar e executar as campanhas da sua IES, o que sua faculdade deve buscar é mensurar todo o trabalho realizado, para que os investimentos futuros sejam melhor planejados.

Acompanhe de perto a quantidade de leads gerados, a taxa de conversão de novos estudantes, o tempo médio de permanência de alunos, o ROI das campanhas digitais, o custo de aquisição por matrícula, entre outros indicadores relevantes.

Para isso, dê preferência às ferramentas especializadas no mercado educacional, que além de entregarem o trabalho a que se destinam, possam dar o suporte necessário para mensuração de seus resultados. Entender a métrica  que seus sistemas oferecem é um quesito que deve sim, influenciar sua tomada de decisão.

Agora que suas percepções sobre tecnologia foram aguçadas, faça uma análise real do comportamento que sua instituição quer ter no ambiente digital e a melhor estratégia de investimento para a próxima campanha de captação e retenção. 

Acesse as nossas redes redes (Facebook, Linkedin, Twitter e Instagram), e não perca nenhuma novidade.

Sobre o autor:

Daniel Antonucci CEO e Co-Founder na CRM Educacional, empresa especializada em Captação, Permanência e Fidelização de Alunos, também atua como docente em cursos de MBA de Marketing e de Tecnologia da Informação e realiza palestras em diversas Faculdades e Universidades pelo Brasil. Possui formação em Inovação e Empreendedorismo em Stanford, MBA em Marketing pela ESPM e Mestrado em Gestão pelo Centro Paula Souza, onde desenvolveu pesquisa sobre Modelos de Maturidade de Gestão Acadêmica em Instituições de Ensino Superior, além de especialização em ferramentas de CRM como o Dynamics CRM da Microsoft. Atua também no Conselho de Administração de empresas de marketing e tecnologia.

COMPARTILHE: