(31) 2531-3161
WhatsApp

Chat CRM Educacional

Base de Leads: Quantidade não significa Qualidade

Base de Leads: Quantidade não significa Qualidade

Publicado em 08 abril 2014 e escrito por

Peça chave para um ótimo resultado de marketing, utilizando a plataforma Dynamics CRM, com certeza é sua base de interessados. Porém precisamos definir este conceito de “Ótimo”.

Ótimo seria termos uma base de leads com o maior volume possíveis? Ou podemos definir o ótimo como sendo uma base de leads confiável nem sempre com números tão expressivos?

É fundamental nos atentarmos a este questionamento. A resposta é simples: não adianta “atirar” para todo lado! Do que adianta enviar um e-mail marketing para 5 mil interessados com a divulgação de uma campanha de pós-graduação sendo que, neste total de interessados, 2 mil são pessoas que se quer completaram o ensino médio? E mais 1 mil ainda estão no meio do curso de graduação. Com isso perdemos com esforços e geramos possíveis custos desnecessários.

Qualifique sua base de leads

A qualificação de sua base de Leads é fundamental, logo é preciso criar parâmetros para abastecermos esta base de leads que nos de subsidio para localizar nosso público alvo em campanhas de E-mail, SMS’s e Telefonemas, pois desta forma a assertividade na campanha será muito maior. A flexibilidade que o Microsoft Dynamics CRM nos possibilita para criação de campos nos da total liberdade para padronizar nossa entidade de interessados afim de qualificar nossa base de dados unificada para campanhas pontuais em cada nível de ensino facilitando a Captação de Alunos

Agora, se eu tenho uma base quantitativamente “Ótima”, como qualificá-la para minhas ações de marketing? No próximo post falaremos sobre saneamento da base de dados de Lead’s e uma função interessante do Dynamics CRM que é a regra de detecção de duplicidade.

Sobre o autor:

Luciano Guimaraes

COMPARTILHE: